A saúde do cabelo é resultado de uma combinação de diferentes fatores, como por exemplo, o seu tipo de cabelo, sua rotina capilar, o tipo de alimentação, o quanto de água você bebe por dia, se eles são quimicamente processados ou não e até a forma como você lava e seca seus fios. Tudo isso vai influenciar. Por essa razão, trouxemos aqui uma listinha de dicas para um cabelo mais saudável a fim de facilitar sua vida.

Uma pequena lista de dicas para manter o cabelo mais saudável
(Imagem: Gihpy Dinsey Channel)

Se você já cumpre todas essas recomendações, parabéns. Certamente seu cabelo não tem do que reclamar. Por outro lado, se falta alguma dessas atitudes no seu dia-a-dia, passe a adotar a dica da listinha que está faltando que com certeza imediatamente você vai perceber um cabelo mais saudável logo nos primeiros dias.

Problemas como pontas duplas, ressecamento, porosidade, queda, oleosidade, manchas na coloração, entre outros, tendem a, senão desaparecer, pelo menos reduzir drasticamente.

Então, vamos às dicas.

1. Cabelo mais saudável começa na lavagem

Primeiramente, fora água quente. Quanto mais quente a água, mais ela vai deixar seu cabelo ressecado. E por que isso? Porque o calor da água vai dilatar as cutículas capilares, o que por sua vez favorece a evaporação da umidade dos fios.

Anote aí: água sempre fria ou, no máximo, morna.

Entendida essa parte, é hora de escolher os melhores produtos, começando pelo shampoo. 

Mulher canta com seu shampoo enquanto lava o cabelo
(Imagem: Gihpy)

Shampoo

A função principal do shampoo é limpar o cabelo e o couro cabeludo, mas ele também pode contribuir com a nutrição e o fortalecimento dos fios. Como ele é o que mais vai entrar em contato com a raiz, é fundamental prestar atenção na principal necessidade dessa parte do seu cabelo na hora de escolher o shampoo: Oleoso? Ressecado? Com caspa? Misto? Tem química?

O importante é que a linha Bonacure tem shampoos ótimos para diferentes tipos de necessidade. Pouco volume, ressecamento, manutenção da cor, porosidade, pontas duplas, cacheados, enfim, tem para todes.

Enquanto isso, as loiraças encontram na BlondMe a companhia perfeita para manter o cabelo mais saudável por muito mais tempo.

Shampoos BlondMe são ideais para as loiras manterem o cabelo mais saudável
(Imagem: Schwarzkopf)

Escolhido o produto, tem duas diquinhas aqui:

* Shampoo é na raiz, ou seja, não precisa passar nas pontas. Então, coloque uma pequena quantidade na palma da mão e massageie o couro cabeludo sempre com a ponta dos dedos e com movimentos gentis.

* Você pode revezar shampoos entre as lavagens respeitando as diferentes necessidades que eventualmente seu cabelo tenha.

Condicionador

Agora com os fios limpos, vamos para o segundo passo para manter o cabelo mais saudável. É a hora do condicionador, que hidrata, sela cutículas, dá brilho, maciez e ainda por cima ajuda a desembaraçar.

Nesse caso, como a raiz já está limpa, o condicionador, por sua vez, concentra seus cuidados no comprimento até as pontas. Novamente a escolha do produto deve ser de acordo com as necessidades dos fios e novamente vamos ter condicionadores para todas as situações: loiros, cacheados, ressecados, finos, grossos, porosos e assim por diante.

Vale a mesma dica dos shampoos acima, completando a família Bonacure ou BlondMe. Destacamos ainda o condicionador Repair, da Moroccanoil, que tem alta capacidade de restauração dos fios.

Condicionador Moroccanoil Repair, principalmente quando usado junto com o shampoo, é garantia de cabelo mais saudável
(Imagem: Moroccanoil)

Já as cacheadas podem contar com a linha maravilhosa da Hyaluronic Kick Moisture e um condicionador spray que também funciona como leave-in, não precisa enxaguar. Um espetáculo.

Condicionador spray Hyaluronic Kick Moisture Bonacure Schwarzkopf
(Imagem: Schwarzkopf)

2. Esfoliação ajuda a ter cabelo mais saudável

A princípio, esfoliar o couro cabeludo é só vantagem. O método melhora a hidratação, remove resíduos indesejáveis e ainda ajuda a espalhar melhor os óleos naturais, que são a defesa natural dos fios.

Por isso que quando começa a fazer esfoliação capilar você percebe um efeito muito maior dos tratamentos que utiliza, especialmente em relação a nutrição e hidratação.

(Imagem: Giphy)

A frequência da esfoliação vai depender da necessidade do seu cabelo, o que pode ser mais de uma vez por semana ou somente a cada 15 dias. A única ressalva é para quem tem alergias ou lesões no couro cabeludo. Nesses casos o método não é recomendado.

3. Manter o corte em dia é indispensável

Uma visita ao salão para cortar as madeixas no mínimo a cada três meses é indispensável para quem deseja manter o cabelo mais saudável. Isso se explica porque, por mais que você use produtos de boa qualidade e mantenha as cutículas seladas na medida certa, chega uma hora que as pontas atingem um limite, em especial no caso dos cabelos longos.

(Imagem: Giphy 20th Century Fox)

As pontas são a parte mais longe da raiz – ou seja, onde água e nutrientes praticamente não chegam – e que estão há muito mais tempo expostas à química e a outros fatores externos como poluição, sol, cloro da piscina, etc.

Independente do comprimento do seu cabelo, os famosos “dois dedinhos” são vitais para a sua saúde capilar.

4. Hidratação já!

Tão importante quanto manter os cabelos limpos, a hidratação capilar é outro procedimento que não pode faltar na rotina de quem deseja um cabelo mais saudável. Os principais produtos que entram em cena aqui são as máscaras.

Há quem diga que máscara e condicionador cumprem o mesmo papel, só que não. Não mesmo! Enquanto o condicionador pode ser para o uso diário, a máscara não é de bom tom usar todo dia. Aqui é legal ter um cronograma capilar e usar a máscara uma ou duas vezes por semana.

Hidratação com máscara é sinônimo de cabelo mais saudável
(Imagem: Moroccanoil)

Embora ela possa oferecer benefícios bastante parecidos como desembaraçar e dar brilho e maciez, ela tem uma ação mais específica e profunda, principalmente na hidratação e nutrição.

De novo: escolha a máscara mais adequada para a maior necessidade do seu cabelo no momento. Bonacure e BlondMe – essa no caso das loiras – têm uma máscara para cada tipo de necessidade.

E tem ainda a Repair, da Moroccanoil, indicada para restauração de fios danificados. Uma unanimidade!

Máscara Repair Moroccanoil é perfeita para manter o cabelo mais saudável
(Imagem: Moroccanoil)

5. Cremes, óleos e leave-ins longe da raiz!

A gente só vê a beleza dos fios, mas um couro cabeludo bem tratado é simplesmente fundamental para ter um cabelo mais saudável. É importante lembrar que é dali que os fios nascem e de onde tiram seus nutrientes mais importantes.

O couro cabeludo é cheio de poros que precisam estar sempre limpos. A obstrução desses “buraquinhos” com óleos, cremes e outros produtos pode causar problemas que vão desde a oleosidade excessiva até a queda de cabelo.

Leave-in deve sempre ser aplicado nas pontas e não na raiz pra garantir um cabelo mais saudável
(Imagem: Schwarzkopf)

6. Não dormir de cabelo molhado

Calor e umidade. Ambiente perfeito para fungos e bactérias, que adoram essa combinação. E eles podem se instalar nos seus cabelos! Além disso, o hábito de dormir com o cabelo molhado também favorece o surgimento de caspa e outras doenças dermatológicas. Acho que só isso já é suficiente para te convencer que não secar as madeixas antes de dormir é uma péssima escolha, né?

7. Cuidado com os acessórios para prender

Nem só de produtos é feito um cabelo mais saudável. Aquilo que você usa para arrasar nos penteados também influencia e muito. Pra começo de conversa, nem pense em prender as madeixas molhadas. Isso praticamente arrebenta o cabelo!

Tão importante quanto é saber escolher os acessórios que irão prendê-los. Quanto menos pressão eles fizerem, melhor. Para as cacheadas, nada melhor do que itens de cetim, que causam menos atrito e evitam o frizz.

Acessórios de cetim causam menos danos aos fios e garantem cabelo mais saudável
(Imagem: Instagram @jubacharmosa)

Em qualquer caso, os grampos são os melhores amigos dos cabelos. Evite elásticos e prendedores com muitas pontas de metal. O elástico enrola nos cabelos sejam eles lisos ou crespos e as pontas de metal, quando isso enrosca, minha amiga… melhor nem imaginar o estrago que faz.

8. Secar pode? Deve. Desde que corretamente

Aliás, geralmente é muito melhor secar os cabelos do que deixar que sequem naturalmente. “Ué, mas vocês não vivem dizendo que ferramentas de calor causam dano às cutículas?” Sim, causam, mas é possível evitá-los.

Primeiro, use sempre o secador a uma distância de mais ou menos 15 cm do cabelo. Segundo, velocidade média e temperatura morna. Terceiro, finalize com um ar frio. E quarto, se você for crespa ou cacheada: use o bico difusor na finalização.

O ideal é usar o secador a 15 cm de distância dos cabelos
(Imagem: Giphy llka & Franz)

Esse secador aqui da Lion Silenciar é um luxo. Além de ser na cor cobre, ele tem 2400W e é desenvolvido com tecnologia exclusiva antirruído, emissão de íons que selam cutículas e a função Cool Shot que finaliza a secagem com ar frio. Alguém aí falou em danos com o secador?

Secador Lion Silenciar 2400W
(Imagem: Lion do Brasil)

9. Proteção contra sol e ferramentas de calor

Então. Além dos cuidados que indicamos acima, tem mais uma coisinha que é bem importante para manter o cabelo mais saudável com qualquer ferramenta de calor, o que inclui secador, babyliss e chapinha. Estamos falando dos termoprotetores

É o que faz o Hydra Pearl, um leave-in perfeito para cabelos ressecados, cacheados ou crespos. Por sua vez, o Sérum Nutri Shield, que também pertence à família Bonacure, é o melhor amigo dos cabelos quimicamente processados que precisam de ferramentas de calor.

Se for fazer penteado, a dica é o Grip Mousse da Osis+, que é antifrizz e oferece essa mesma proteção térmica.

Grip Mousse Osis+ tem proteção térmica e deixa o cabelo mais saudável para penteados
(Imagem: Schwarzkopf)

E por fim, tem ainda os produtos com proteção contra os raios UV, como o condicionador BlondMe, que ainda por cima também funciona como leave-in, ou seja, não necessita enxágue.

Cool Blondes condicionador BlondMe Schwarzkopf
(Imagem: schwarzkopf)

10. Alimentação boa = cabelo mais saudável

Sim, sempre ela. A alimentação saudável. É evidente que ela faz bem pra tudo, né? E se faz bem para a pele, para o corpo, por que não faria bem para os cabelos? Então, a gente não precisa ficar repetindo que frutas, verduras e legumes sempre serão melhores do que alimentos ultraprocessados, certo? Ah! E a ingestão de água, claro. Essa nunca pode ficar de fora da sua rotina. Cuide-se.

Ingestão de vegetais e água ajuda muito em ter um cabelo mais saudável
(Imagem: Giphy)

DICA BÔNUS: cabelo mais saudável é aquele cabelo que a gente respeita. Se o seu lance é química, amiga, dá um tempo para as suas cutículas se recuperarem. Fez mecha? Calma, respira antes de alisar. Fez relaxamento? Esteja certa de que o profissional que vai fazer sua descoloração vai respeitar os intervalos necessários e, principalmente, que vai usar produtos de primeira linha. Isso vai fazer toda a diferença para a saúde dos seus fios.

E consequentemente a sua também. Vai por mim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *